“Se quiser participar dos cultos
é possível participar.
Carma negativo é desconhecer
o prejuízo da não participação.”

Por Gyouen Campos

Este verso do Grande Mestre Nissen Shounin nos ensina sobre o fato de levar prejuízo ao deixar de participar dos cultos pelo desleixo, quando com um pouco de esforço poderia estar participando.

Para nós fiéis, o maior cuidado deve ser em não acumular carma negativo porque é o obstáculo para a nossa felicidade.

O local de culto é a academia para o aprendizado de prática ascética, onde nos ensinam o caminho para a eliminação deste carma negativo. Participando de cultos estamos acumulando virtudes. Portanto não se deve deixar de participar justificando-se por estar atarefado, por morar distante do templo ou qualquer outro motivo.

Essas desculpas talvez sejam aceitas, mas procedendo desta maneira, estará caracterizando falta de fé e que não tem consciência da importância de participar. Perdendo também a oportunidade de acumular virtudes, permaneceremos na mesma situação, de viver em constante sofrimento.

Por exemplo, no Templo Nikkyoji, de São Páulo, vários fiéis vêm todos os dias no culto matinal. Alguns, no caminho do trabalho, desviam de seus caminhos para ficar apenas 10, 20 minutos no culto. Mas, mesmo assim estão sempre presentes. Nunca arrumam desculpas para não participar. Sempre demonstram o esforço para estar presente, mesmo que por pouco tempo.

Para poder participar de cultos, é necessário concentrar esforços se organizando, arranjando tempo e dando um jeito nos afazeres domésticos ou profissionais.

Dizem que as árvores frondosas, apesar da beleza e exuberância, exatamente por ter muitos ramos e folhas começam a enfraquecer por dentro, pois recebem pouco raio solar e ventilação. Enfraquecendo, elas param de crescer, as raízes saem para fora do solo e assim acabam secando pelo topo, onde está a maior exuberância.

Aos seres humanos acontece algo semelhante quando temos outras prioridades como enriquecimento, posição social, ou qualquer outra coisa. Acabamos utilizando nosso tempo para desenvolver apenas os aspectos mundanos deixando a prática da fé de lado. Se realmente soubéssemos o prejuízo que isso trás, mudaríamos rapidamente nossos hábitos colocando em primeiro lugar a participação nos cultos.

O Grande Mestre nos alerta que nosso carma negativo é não ter consciência que deixar de participar dos cultos estaremos prejudicando a nós mesmos. Viver atrás de pseudo-vantagens e não se esforçar na participação aos cultos é o maior desperdício de tempo.

Vamos nos esforçar em participar de cultos, estender o convite também a outros fiéis e juntos acumular virtudes através deste ato de um Bossatsu. É isto que transmite este ensinamento do Grande Mestre Nissen Shounin.