O que é PARTICIPAÇÃO na visão do Budismo Primordial?

Como se encontra escrito no próprio Sutra Lotus: “Eu (Buda) me encontro no local onde está estabelecido o Gohouzen (Matra Sagrado = Odaimoku)”.

Ou seja, participação significa ir ao templo onde está o Gohouzen ou ir onde está sendo realizado um culto perante o Gohouzen.

Mesmo para aqueles que possuem o Altar Sagrado em casa, participar dos cultos no templo ou em cultos grupais nas residências de outros fieis é a manifestação de zelo e gratidão na forma mais elevada aos Grandes Mestres Nitiren Daibossatsu, Nitiryu Daishounin e Nissen Shounin. Consequentemente, estaremos também prestando orações aos nossos antepassados, a tudo e a todos.

E além do mais, através da participação teremos a oportunidade de escutar ao vivo os Ensinamentos, bem como, praticar o ato da oferta. Quando nos dirigimos ao local de algum culto, a primeira impressão é a despesa. No entanto, com esse ato, estaríamos doando o próprio corpo, o tempo e o dinheiro ao Gohouzen e isso certamente retorna a si em forma de virtudes. Por isso, o prejuízo é a não participação.

Enfim, é através da participação, que praticamos o Mantra Sagrado com as demais pessoas, aprendemos a correta prática através dos Ensinamentos proferidos, fortalecendo assim cada vez mais a fé no Gohouzen e, consequentemente, recebendo as bênçãos (goriyaku) que tanto almejamos.

Verso do Grande Mestre Nissen Shounin nº 505
“Se quiser participar dos cultos
é possível participar.
Carma negativo é desconhecer
o prejuízo da não participação.”