Grande Mestre Nitiryu Daishounin – Mestre Reestruturador da Linha Honmon do Caminho Primordial do Sutra do Lótus

O Grande Mestre Nitiryu Daishounin nasceu no dia 14 de outubro de 1385, em Imizu, na atual província de Toyama, no Japão. Sua mãe se chamava Tomiko, e seu pai Momoi Hissanori (samurai e capitão da Divisão Imperial de Cavalaria Umaryo). Aos 12 anos, ingressou na carreira sacerdotal no Templo Onjyouji e recebeu o nome de Jin-en de seu mestre Keijyuin. Aos 14 anos, partiu para o Templo Myoukenji, em Quioto.

Nitiryu Daishounin foi um menino brilhante e começou a estudar a doutrina budista aos quatorze anos na capital imperial Quioto. Então ele percebeu que a essência dos ensinamentos de Nitiren era o Odaimoku (NAMUMYOUHOURENGUEKYOU), revelado no Caminho Primordial do Sutra Lótus e confiada pelo Buda Primordial ao Jyougyou Bossatsu.

nitiryu-daibossatsu-shounin-budismo-primordial

Entretanto, o Odaimoku – a verdadeira intenção de Nitiren Daibossatsu estava em decadência, passados pouco mais de 100 anos após sua morte. Após o falecimento do mestre Nissai, o monge Gatsumyou assumiu como Sumo Pontífice, e passou a pregar a igualdade entre os ensinos provisório e primordial do Sutra Lótus.

Nitiryu Daishounin então decidiu se devotar aos verdadeiros ensinamentos. Foi expulso em 1410, por advertir infratores. Em 1415, fundou o Templo Honnouji em Quioto, reiniciando a prática conforme Nitiren Daibossatsu havia deixado. Grande expansionista, Nitiryu fundou 14 templos. Sua propagação se deu através de verdadeiras bençãos manifestas (guenshou no goriyaku), que foram recebidas unicamente através da prática da entoação do Odaimoku.  Pessoas que testemunhavam o poder do Sutra manifestado através de bênçãos não tinham mais dúvidas quanto à prática do Odaimoku.

Nos últimos anos de sua vida, Nitiryu Daishounin se instalou no Templo Honkouji, em Amagasaki (província de Hyogo), e dedicou-se à instrução de discípulos e doutrinação, deixando 363 volumes e mais de 3.000 artigos escritos. Partiu deste mundo, ocultando-se fisicamente aos 80 anos de idade, no dia 25 de fevereiro de 1464.

Uma sequência de fatos nos faz entender que Nitiryu Daishounin é o corpo posterior de Nitiren Daibossatsu. Por isso, na Honmon Butsuryu Shu (Budismo Primordial), damos a Nitiryu Daishounin o título de Renshi-goshin, Honnin-geshu-saiko-shodo, MonsoRenshi-goshin, que literalmente significa “renascimento de Nitiren Daibossatsu”.  Honnin-geshu-saiko-shodo significa que ele “reviveu” a causa mística primordial (Honnin-geshu), ou seja, o espírito de semeação do NAMUMYOUHOURENGUEKYOU na era Mappou, herdado de Nitiren Daibossatsu, guiando-nos na prática correta dos ensinamentos.

Mon em Monso literalmente significa “escola de uma seita budista”, e So, “fundador”.  Nitiryu Daishounin concluiu que Honmon Happon shoken, Jogyo-shoden, Honnin-geshu no NAMUMYOUHOURENGUEKYOU é a quintessência dos ensinos de Nitiren Daibossatsu, e reestruturou o Caminho Primordial. Por esse motivo, o temos como Grande Mestre corpo posterior de Nitiren Daibossatsu.