Grande Mestre Nitiren Daibossatsu – renascimento do Jyougyou Bossatsu na Era Mappou

O Grande Mestre Nitiren Daibossatsu nasceu em uma província de pescadores em Kominato, na península Boso, atual província de Chiba, em 16 de fevereiro de 1222. Em seu nascimento, ele foi batizado com o nome Zennitimaro.

Crescendo com o amor de seus pais, Zennitimaro desenvolveu com saúde e, aos 12 anos de idade, no dia 12 de maio de 1233, ingressou na vida monástica como discípulo de Douzenbou, no templo Seityouji. Em sua iniciação monástica recebeu o nome de Yakuoumaro. Como aprendiz, dedicou-se ao aprimoramento espiritual, esforçando-se na prática e no estudo. Após quatro anos de dedicação, foi ordenado sob o nome de Zeshoubou Rentyou.

O jovem monge Rentyou dedicou-se arduamente à prática e aos estudos. Porém, compreendendo que para se tornar um grande monge deveria dispor de grande sabedoria, retirou-se ao santuário do Bossatsu Kokuzo, situada no próprio Templo Seityouji, e rogou para que se tornasse o homem mais sábio de todo Japão. Seu desejo se tornou realidade e, neste dia, o Bossatsu Kokuzo apareceu entregando-lhe a pedra preciosa que simbolizaria a sabedoria que havia adquirido.

Aos 17 anos desceu a montanha onde se situava o Templo Seityouji, para estudar em Kamakura. Após alguns anos, regressou ao Templo Seityouji, porém sentiu uma necessidade urgente de aprofundar ainda mais nos estudos do Budismo, e aos 21 anos de idade partiu para o Mosteiro Hieizan, em Quioto.

Este Mosteiro era a mais conceituada faculdade de monges da época, pertencente à ramificação do Budismo Tendai, fundada por Saityou (Dengyou Daishi, 767~822) - considerado um dos antecessores de Nitiren - que lutou para resgatar os verdadeiros valores contidos nos ensinamentos de Buda, e não apenas cumprir ordens e formalidades impostas pelo governo imperial por comodidade dos monges da época.

Rentyou dedicou-se profundamente aos estudos e às práticas, peregrinando durante 12 anos por diversas localidades e templos. Após anos de estudos sobre os verdadeiros ensinamentos de Buda, ele encontrou no Sutra Lótus o maior ensinamento, intenção e verdadeira essência da compaixão de Buda, que é revelado no Honmon Happon (Caminho Primordial do Sutra Lótus - capítulos 15º ao 22º). Nele, Buda elucidou que a quintessência de seus ensinamentos para a atual Era Mappou (Era da Decadência, segundo a doutrina budista) é o Mantra Sagrado NAMUMYOUHOURENGUEKYOU.

Assim, retornou ao templo Seityouji e, no dia 28 de abril de 1253, aos 32 anos de idade, ao nascer do sol pronunciou o NAMUMYOUHOURENGUEKYOU serenamente, declarando o início de uma nova era de resgate do verdadeiro Budismo, voltado às necessidades dos seres, para que todos viessem a se tornar um Bossatsu e por fim atingir o estado de Buda.

A partir deste dia chamou-se de Nitiren (¨Niti¨= Sol, ¨Ren¨= Flor de Lótus), aquele que como o Sol e a Lua, ilumina a escuridão do coração dos seres, e que como a Flor de Lótus, realiza-se plenamente independente das circunstâncias.

Desde o início da prática da oração do Odaimoku (NAMUMYOUHOURENGUEKYOU) até seu o falecimento, passou por “Quatro Grandes Admoestações” e outros incontáveis obstáculos. Todos serviram para fortalecer e autenticar a sua condição de “Enviado do Buda Primordial”, ou seja, Jyougyou Bossatsu, conforme previsto no Sutra Lótus. Sua determinação, compaixão e vigor, fundamentados pela fé em todas as atividades, são suas características principais, que ainda hoje são praticadas por seuS seguidores. Partiu deste mundo, ocultando-se fisicamente no dia 13 de outubro de 1282, aos 60 anos de idade.