OKYUJI E ALTAR SAGRADO

A palavra Okyuji significa servir.

No Budismo Primordial a prática do Okyuji (servir, limpar o Altar Sagrado) tem importância maior do que o próprio aprendizado teórico dos ensinamentos budistas. Para nós o Gohonzon (Imagem Sagrada) está vivo. Devemos respeitá-lo e venerá-lo como tal, como uma demonstração da prática da fé.

Existem altares de tamanhos, materiais e formatos diferentes. O Altar Sagrado (Gohouzen) é geralmente feito de acordo com o gosto de cada fiel e não existe um padrão estético – porém seu interior deve possuir no mínimo dois patamares. Neles são colocados a Imagem Sagrada, bem como os demais objetos que compõem o altar.

Devemos entender que o altar é o local onde praticamos a Oração Sagrada, a própria Terra Pura de Buda. Sendo assim, conforme as instruções dadas pelo sacerdote, a limpeza do altar (okyuji) deve ser feita pela pessoa que pratica a fé, diariamente, trocando sua água, oferecendo flores, incenso e, principalmente, as nossas orações.

Ao tomar esse cuidado essencial com o Altar Sagrado, estaremos demonstrando respeito diariamente. Ao praticar o okyuuji, devemos buscar não apenas a limpeza material, como também a limpeza mental e espiritual. Ao entender o zelo com o Altar Sagrado através da prática, podemos estendê-lo em todos os aspectos da nossa vida.