O 26º Sumo Pontífice da Honmon Butsuryu Shu, Takassu Nitiryou Shounin, esteve em visita ao Brasil do último dia 27 de outubro a 6 de novembro. Durante esse período, a maior autoridade do Budismo Primordial peregrinou pelos Templos e transmitiu Prédicas Religiosas (Gohoumon).

Os ensinamentos religiosos da HBS têm como característica principal iniciarem e terminarem com um verso escrito pelo Grande Mestre Nissen Shounin (Gokyouka).

O Gohoumon abaixo foi proferido no Templo Ryushoji (Mogi das Cruzes), Templo Butsuryuji (Taubaté) e Templo Nyorenji (Curitiba).

Nossos agradecimentos aos que possibilitaram a divulgação deste conteúdo, em especial ao Bispo Eishin Suzuki, Bispo Jyunsho Yoshikawa e Sacerdote Gyoushuu Tadokoro, que traduziram o material abaixo.

 

 

ご教歌(1041)

御法味の 絶ぬ家こそ たのしけれ
Gohoumi no taenu ie kosso tanoshikere
守護の諸天も はなれ給はず
shugo no shoten mo hanare tamawazu

“Será uma casa próspera
se não faltar o Alimento Dármico.
As divindades protetoras
não se afastarão também.”

 

Este verso do Grande Mestre Nissen Shounin nos ensina que todas as famílias que se esforçarem na prática da fé pela pronúncia do Odaimoku, receberão a proteção de todas as divindades celestiais e poderão viver tranquilos dia e noite. O importante é cada um, fervorosamente, pronunciar o Darma Sagrado Namumyouhourenguekyou diante do Altar Sagrado da família.

 

No início deste verso consta:

“Será uma casa próspera / se não faltar o Alimento Dármico.”

E assim foi dito.

 

“Alimento Dármico” se refere a voz que pronuncia o Namumyouhourenguekyou. Este Alimento Dármico que pronunciamos perante ao Altar Sagrado, é uma oferenda, e ao acumularmos a pronúncia orando o Odaimoku, todos os Budas e divindades celestiais incorporadas na Imagem Sagrada (Gohonzon) se alimentarão. Graças a este fortalecimento, através deste alimento fortalecemos os Budas e divindades, e como retribuição recebemos a proteção.

Contudo, se ficar de barriga cheia sozinho e não oferecer nem um pouco do “Alimento Dármico” em casa, não será possível receber a proteção e por isso, se depara com acidentes inesperados e isso será frustrante.

 

Citação do Grande Mestre Kaidou Nissen Shounin:

“Na casa onde se oferece bastante Odaimoku, e à pessoa que oferece, infalivelmente tudo dá certo. E de forma Inexplicável seu corpo e a sua casa não sofrerão transtornos. Isto é a força do Sutra.” (Coleção Nissen. Vol 12 Pag. 211)

E assim foi dito.

 

Esta citação nos transmite que a casa que recebe a pronuncia do Odaimoku, ou a pessoa que pronuncia bastante o Odaimoku, tudo dará certo. A casa e quem mora nela, ou aquele que ora bastante, não terão obstáculos. Isso acontece pois se recebe a força do Sutra e a força do Darma.

Até agora pronunciava sozinho mil vezes o Odaimoku, pronunciando o Odaimoku em duas pessoas serão duas mil orações. Se for em casal, pais e filhos pronunciando bastante, estarão oferecendo bastante “Alimento Dármico” e por isso, todos os Budas e divindades celestiais se alegrarão.

Portanto, a base para se ter uma vida tranquila é ter uma casa que pronuncia diariamente, que toda a família não esquece e se esforça em oferecer o “Alimento Dármico”.

A princípio, a nossa fé de seres não iluminados é centralizada em preces particulares, e isto denota uma postura egoísta e mesquinha. Mas na verdade, isso nos faz ficar mais longe da benção.

Ao invés disso, devemos nos preocupar em como alegrar o Buda e ao Darma. Este é o ponto chave da fé, ou seja, devemos ter o Altar Sagrado, o Darma como ponto central e graças a isso, receberá a benção com facilidade.

Se perder a essência do ensinamento, praticando a fé do jeito que acha ser melhor, negligenciará a pronuncia do Odaimoku.

 

Citação do Sutra Lotus:

“Demônios malignos entram nos corpos.”  (13° Capítulo, Sutra Lótus)

E assim foi dito.

 

Neste trecho do Sutra Lótus consta a palavra, “Demônios malignos” que significa demônios que invadem e destroem. Por esse motivo é importante nos precaver sempre com a prática do oferecimento da oração sagrada diariamente.

 

Citação do Grande Mestre Nissen Shounin:

“A flor não fala, mas ao desabrochar as pessoas se reúnem em seu redor. A água por si só incorpora o reflexo da lua. Mesmo convidando, as pessoas não se reunirão sem a presença da flor. A lua não reflete em um lago seco. Onde ecoa a voz do Namumyouhourenguekyou, as divindades celestiais certamente se apresentarão. E onde não houver esta oferenda dármica, demônios malignos encontrarão suporte. Aqueles que devotam sem heresia e não esquecem a gratidão, os Budas e as divindades celestiais também não esquecerão de oferecer a proteção. Portanto, os fiéis que se esquecerem do Odaimoku, farão com que os Budas também se esqueçam de protegerem-nos.” (Coleção Nissen. Vol 5 Pag7)

E assim foi dito.

 

Dentre a diversidade de flores existentes, quando elas desabrocham, sem mesmo ter que expressar uma palavra sequer, pelo seu perfume pessoas se reúnem em volta das flores.

Por menor que seja a poça d’água se houver água, o brilho da lua pode ser refletido. Porém se as flores não desabrocharem, por mais belo que seja o local pessoas não se reunirão, ao mesmo tempo que por maior que seja o tamanho do lago, se não houver água, o brilho da lua não pode ser refletido.

Da mesma forma, onde o Namumyouhourenguekyou é entoado, naturalmente as divindades primordiais se reunirão.

O local onde não há a voz do Odaimoku é o local que os demônios malignos fazem sua moradia. Portando devemos crer piamente no Ensinamento Primordial lembrando-se da alegria de pronunciar o Odaimoku. Dessa forma, tornar-nos-emos em um fiel merecedor da proteção das Divindades Primordiais.

O fiel que negligencia a prática da Oração do Odaimoku deixa de receber a bênção da proteção do Darma Sagrado.

Partindo deste princípio, nós fiéis da HBS, por mais simples que seja nosso lar, jamais de forma alguma podemos deixar de praticar a oração sagrada. Pois o local onde a voz do Odaimoku é ecoada, torna-se a moradia das Divindades Protetoras Primordiais, além disso esse local se transforma na Terra Pura de Buda.

Todos os infortúnios serão eliminados e todos que morarem nesse local terão paz e harmonia.

Sendo assim, devemos nos dedicar à prática da fé para que essa virtude possa ser transmitida a toda família, e para isso é preciso um esforço maior na dedicação de todos. Pois quando a família se une o Darma Sagrado nos beneficia com as bênçãos da proteção do lar, a prosperidade familiar e outros.

É isso que nos ensina esse verso de hoje.