Anualmente, em setembro, fiéis do Budismo Primordial em todo o mundo oferecem Orações Fervorosas em lembrança à admoestação sofrida pelo Grande Mestre Nitiren Daibossatsu, chamada de Tatsu no Kuti (Boca do Dragão).

 

 

Essa homenagem faz referência à bênção recebida no dia 12 de setembro de 1271.

Na ocasião, o Grande Mestre Nitiren Daibossatsu havia sido incriminado injustamente, e seus opositores pretendiam executá-lo por decapitação, que aconteceria em um famoso local de execução próximo a Kamakura, chamado Tatsu no Kuti (Boca do Dragão).

Já havia anoitecido. O Grande Mestre Nitiren Daibossatsu já estava ajoelhado e a espada do carrasco estava prestes a arrancar sua cabeça. O Grande Mestre, então, concentrou-se na oração do NAMUMYOUHOURENGUEKYOU.

Naquele instante levantou-se um forte vendaval. A terra estremeceu, e no céu espalharam-se estranhas nuvens que, juntamente com relâmpagos e trovões, tomaram o cenário de forma repentina. Do céu, surgiu um clarão que partiu a espada de seu algoz em três pedaços.

Diante desse fato, seus inimigos compreenderam que não conseguiriam matá-lo, e a execução foi suspensa.

Participar das Orações Fervorosas promovidas pelo Templo nesta data é, portanto, uma forma de recordar e manifestar nossa gratidão à esta bênção recebida, que nos proporcionou a transmissão da Oração Sagrada até nós.