No budismo, os Bossatsus ou Bodhisattvas são os seres que almejam a iluminação, mas não praticam o budismo apenas para si. A principal característica de um Bossatsu é o altruísmo.

 

Dentre os Dez Mundos ou Dez Estados de Espírito (que explicaremos em um outro artigo):
 
10. Hotoke (Buda)
9. Bossatsu (Compaixão)
8. Engaku (Absorção)
7. Shoumon (Erudição)
6. Tenjyo (Céu)
5. Ninguen (Humanidade)
4. Shura (Ira)
3. Tikusho (Animalidade)
2. Gaki (Fome)
1. Jigoku (Inferno)
 
Quanto maior for o sentimento de ganância e egoísmo mais baixo é o estado em que a pessoa se encontra. Bossatsu é um estado elevado, o mais próximo da iluminação, então para se atingir esse estado são necessárias práticas altruístas, desapegar-se do próprio ego e pensar primeiro nos outros.

 

Quatro medidas da prática de um Bossatsu:

  • Mantras que orou

Para um Bossatsu é importante que sua oração não esteja focada apenas no próprio benefício, portanto a oração que pratica deve ser a mais abrangente, incluir todos os Budas, deuses e seres, essa característica depende do Sutra do qual o Mantra se origina.

No caso do Budismo Primordial, para se atingir o estado de Bossatsu, o Sutra é o Sutra Lótus e o Mantra é o NAMUMYOUHOURENGUEKYOU.

  • Cultos que participou

Refere-se ao esforço em praticar, estar presente em um templo budista, ajudar a manter o templo, participar e incentivar outros a participarem das cerimônias o máximo possível, pois é em um culto budista que se entoa o Mantra Sagrado e se recebe os ensinamentos.

  • Ensinamentos que transmitiu

Diferente dos estados de Erudição e Absorção, o Bossatsu ouve os ensinamentos, pratica-os, mas com o nobre intuito de transmiti-los às outras pessoas. No momento em que o ensinamento for transmitido, outra pessoa poderá se beneficiar dessa prática e beneficiar mais alguém e assim por diante, essa é causa que trará a paz e a tranquilidade como efeito.

  • Pessoas que converteu

Quando o Bossatsu transmite o ensinamento de Buda e esse ensinamento beneficia outra pessoa, essa outra pessoa, por alegria e gratidão, deseja converter seu sentimento em compaixão e tornar-se um Bossatsu também. Quanto maior for o número de pessoas desejando aprimorar seus bons sentimentos e praticar o caminho da compaixão, mais próximo estaremos da harmonia dos seres.

 

Nota-se que tudo está no passado, ou seja, como ação realizada, e somente que já realizou essas ações é considerado verdadeiramente como Bossatsu, um candidato à iluminação e felicidade plena.

Lembramos também que o mais importante no estado de Bossatsu é que ao mesmo tempo que nos lapidamos, conduzimos outras pessoas para o caminho da Iluminação também.

 

Fonte: Adaptado de Revista Lótus edição 65, página 31 e edição 84, página 26.